60% dos empresários não sabem o valor de suas empresas: você é um deles?

60% dos empresários não sabem quanto valem suas empresas conforme dados da revista Exame.

Se você tem um negócio com certeza já se fez a pergunta “quanto vale a minha empresa?”.

Essa pergunta é normal e pode surgir por diversos motivos: para captar novos sócios e investidores, para ter acesso a créditos e financiamentos, para propor a compra da parte do seu sócio, para precificar e acelerar a venda da sua empresa, para saber o valor da sua herança, para gerir melhor etc.

Como valorar minha empresa?

Para descobrir quanto vale um negócio, é preciso fazer a avaliação da empresa, comumente conhecida como Valuation. Essa avaliação se baseia no cálculo e em métodos para identificar a saúde financeira do negócio, sua posição no mercado e seu potencial de crescimento e retorno a curto, médio e longo prazo.

A avaliação de uma empresa não deve ser feita apenas em momentos de venda, mas também para fins judiciais, contábeis, e para a própria gestão da empresa. Tendo essa avaliação é possível identificar as características que valorizam o negócio e os pontos que carecem de melhorias.

Essa não é uma tarefa fácil, em particular, porque a avaliação de empresas não é uma ciência exata e conforme os métodos e as premissas usadas, o valor encontrado pode variar, e muito!.

Métodos de avaliação

Já falamos num post recente sobre a importância de identificar o valor de sua empresa, mas como começar? e qual método utilizar?

Para calcular o valor de uma empresa existem várias formas de avaliar, sendo as mais conhecidas:

O Fluxo de Caixa Descontado: método que traz a valor presente, mediante uma taxa de desconto que representa os riscos e os custos de capital da empresa, a capacidade do negócio de gerar riquezas no futuro;

Os Múltiplos: método que faz uma análise comparativa do desempenho econômico de empresas semelhantes ou de transações já realizadas para refletir realidades semelhantes as da empresa avaliada;

O Método Contábil: método que estima o valor da empresa conforme seu patrimônio líquido (isto é, a diferença entre seus ativos e seus passivos); Pode ser útil, mas sem levar em consideração bens materiais e imateriais é impossível chegar a um denominador justo do valor de uma empresa.

Empresas que utilizam os métodos de valuation conhecem melhor seu negócio, podem fazer projeções mais eficientes para determinar estratégias de negócios e ajudam a entender melhor o momento vivido. São essenciais, principalmente, para aquelas que desejam começar a vender suas ações.

Se a valuation é importante para as empresas, para investidores é ainda mais indispensável. Aplicar capital em ações é uma ação que sempre envolve riscos para quem realiza. Saber o que esperar de uma ação, ter certeza de que está negociando um preço justo e entender projeções futuras de rendimento é a melhor estratégia para um investimento inteligente.

Exemplo é o que não falta

A Microsoft Corporation é uma empresa multinacional americana de tecnologia que produz software de computador, eletrônicos de consumo, computadores pessoais e serviços relacionados.

Seus produtos de software mais conhecidos são a linha de sistemas operacionais Microsoft Windows, o pacote Microsoft Office e os navegadores Web Internet Explorer e Edge.

Seus principais produtos de hardware são os consoles de videogame Xbox e a linha Microsoft Surface de computadores pessoais touchscreen. A Microsoft ficou em 21º lugar no ranking Fortune 500 da Fortune 500 de 2020 das maiores corporações dos Estados Unidos pela receita total; foi o maior fabricante de software do mundo em receita a partir de 2016. É uma das cinco grandes empresas americanas de tecnologia da informação, ao lado de Google, Amazon, Apple e Meta.

O patrimônio dessa empresa não pode ser avaliado através do modo contábil, meramente. Quer dizer, até pode, mas seria uma tolice ignorar os aspectos mais importantes como sua capacidade de geração de riqueza, suas relações internas e externas, os investimentos que a própria empresa faz visando sua influência em novas tendências em tecnologias, a gama de produtos e serviços diversificados levados em conta acima entre, uma série de outros fatores.

Esse exemplo pode ser aplicado a diversas outras empresas, nacionais e internacionais, pequenas, médias ou gigantes como a Microsoft. O ponto é que quanto maior conhecimento de mercado e informações você tiver, melhores serão os resultados dos seus investimentos.

Precisa de ajuda para avaliar sua empresa? Conte conosco! Clique aqui e agende uma reunião.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Deixe seu comentário
Siga nos
Mais populares
Receba nossas atualizações

Se inscreva em nossa Newsletter

Prometemos não enviar spam.

É empresário e busca ajuda jurídica e especializada para sua empresa?

Receba nossas atualizações

Se inscreva em nossa newsletter

Prometemos não enviar spam.